Venha conhecer um Oásis no Centro do RJ e Revitalizar todo o seu Ser. Será uma honra recebê-los! Avenida Presidente Vargas, 583 – sala 920 / Centro / RJ

Arquivo para maio, 2018

Oferecemos facilitações para passar por este desafio

carro em velocidade

ASHTAR – “COMO SERÃO SEUS PRÓXIMOS DEZ ANOS EM 10 MESES?” – 23.05.2018 (GABRIEL RL)

Saudações, Família!

É bom estar aqui mais uma vez. O ano anda muito acelerado para vocês, não é mesmo? Alguns de vocês gostariam de gritar, espernear, sair correndo sem rumo e esbravejando continuamente “chega, chega, chega”? Eu imagino que alguns de vocês, sim, mas também acredito que vocês estão vivendo a fase mais incrível de todas as suas vidas! Oh, não torçam o nariz! É um grande momento!

Venho dizendo em muitas mensagens minhas: tudo o que precisa ser trabalhado está vindo de forma muito intensa para vocês, desde as explosões emocionais que acontecem para que possam aprender a ter mais controle sobre elas, a capacidade de verem coisas que antes vocês não viam, e agora parece que está tudo mais claro e muito mais fácil de entender. Isso não é nada anormal, queridos! É apenas o reflexo da sua contínua expansão. É o reflexo da grandiosidade que você é, e ainda pode ser. Apenas um reflexo, pois o que tem acontecido em suas vidas não é nem a ponta do iceberg. Se vocês acham que “está” demais muita coisa que lhes têm acontecido, que parece que não darão conta, ou algo assim, esperem para ver um pouco mais até o final do ano, quando mais coisas se acelerarão, forçando-os a deixarem o velho, definitivamente, para trás.

Vocês não veem como suas vidas estão diferentes? Sim, eu sei que vocês veem, mas vocês conseguem incorporar essas mudanças em vocês mesmos? Conseguem assimilar toda a grandiosidade da metamorfose que está acontecendo bem agora? Olhem para trás, queridos! Voltem 10 anos atrás… Isso! Darei uma breve pausa para que vocês voltem 10 anos do seu tempo. Voltem para 2008. O que vocês faziam lá? Como foi/é aquele ano? O que vocês estavam fazendo? Quais foram as suas verdades naquele ano, você sorriu mais ou chorou mais? Foi um ano revelador, confuso, diferente? Como foi? Tragam à lembrança…

Meus queridos, vocês mudaram! Vocês se transformaram, se expandiram. Vocês garantiram que uma terceira guerra não mais acontecesse, garantiram que alianças de paz fossem formadas, unificaram países há décadas em conflitos, se empoderaram frente àqueles que os diminuíam, criaram movimentos pessoais que garantiram que o melhor pudesse chegar até vocês. E eu sei que tudo isso, que a maioria desses movimentos foram muito dolorosos, pois implicava em deixar muitas coisas, as quais estiveram por muito tempo agarrados. Eu sei que doeu, mas sei também que, no fundo, vocês sabem que tudo que vocês fizeram, e ainda vão fazer, valeu e valerá muito a pena, e sabem por quê? Porque vocês são revolucionários, e não se espera nada diferente de um revolucionário! Espera-se que ele revolucione! E assim tem sido!

Tudo parece estar acontecendo de forma sufocante e vocês, às vezes, dizem: “Sinto-me sem ar!” Vocês exclamam. Oh! Mantenham a calma! Continuem segurando o volante, pois vocês estão sim, em alta velocidade, e precisam sim, manter o controle, pois todas essas intensas mudanças estão ocorrendo através de vocês, os pioneiros. Toda grande energia transformacional está passando por vocês, queridos, e à medida que passa, força o velho a sair para que ela tenha passe livre e sem obstruções. Vocês se questionam muito ainda: “Como posso resolver uma situação que me atormenta? Vocês dizem que tudo está mudando, mas não vejo nada mudar, até parece que tudo está pior…” Oh… Queridos!  Isso é apenas uma exposição enfatizando tudo que precisa ser cuidado e trabalhado. Então, vocês estão segurando o volante de um carro em alta velocidade enquanto sentem formigamentos e coceiras nas mãos, mas não podem soltá-lo para cuidar disso, pois sabem que está muito rápido e não se arriscariam a tirar uma das mãos. A consciência de não tirar a mão do volante é a mesma consciência que diz que sim, que vocês precisam ir rápido, sem distrações. Não importa o que aconteça, não importa o quê ou quem venha tirar-lhes a atenção, ainda que incomode, doa, seja insuportável, vocês MANTÊM AS MÃOS NO VOLANTE.

Queridos, serei mais claro ainda! Não importa o que esteja acontecendo, se é atormentador ou não, se é difícil ou não! NÃO TIREM A MÃO DO VOLANTE! Continuem indo rápido e com o foco no que vocês querem. O incômodo, às vezes, provoca “coceira e mal estar” e poderá permanecer para fazer-lhes mudar o foco, mas NÃO TIREM A MÃO DO VOLANTE! Olhem para o horizonte. Eu posso ver vocês daqui a dez anos… Vocês conseguem? Eu posso ver… Vocês chegarão até lá rápido, pois a rapidez com que vocês têm ancorado as energias impulsionadoras e transformadoras e as assimilado em si, ainda que “coceira e incômodo” estejam presentes a todo o momento, estão abrindo os campos quânticos de sucção, para que vocês alinhem-se mais rapidamente com a vida dos seus sonhos, com a época dos seus sonhos, com o encontro dos seus sonhos, emprego, amor e todo tipo de relacionamentos sonhados por vocês. O alinhamento está ocorrendo enquanto você continua olhando o horizonte, segurando o volante do carro em alta velocidade e você só tem um foco: tocar o horizonte. Eu chamo isso também de disciplina inviolável.

Queridos, seus próximos dez (10) anos serão os mais fantásticos das suas vidas! Vocês já terão assimilado, em si, as primeiras ondas de energias transformacionais, já terão dominado a maioria, se não todas as suas emoções mais difíceis, vocês já estarão mais soltos do que nunca e mais: vocês estarão sendo ouvidos por muitos. Muitos estarão em volta de vocês aguardando suas palavras, conselhos e/ou apenas para sentir sua energia. É por isso que estão passando por tanta coisa hoje, meus queridos! “Oh, mas daqui a dez anos ainda?” – Alguns de vocês podem dizer. Bem, há um tempo falamos dos trinta e seis (36) meses intensos e vocês chamaram de “muito tempo” e torceram o nariz. E aqui estão vocês bem envolvidos, e alguns sequer conseguem perceber tudo o que está acontecendo! Dez (10) anos, meus queridos, é apenas uma pequena margem, estendida mais adiante. E se fossem apenas alguns meses? Se ao invés de 10 anos, 10 meses? Nós demos 36 meses para um grande trabalho de impulso, que os levará, drasticamente, para frente, para novos desafios mais conscientes, mais expandidos, mais mestres de si mesmos, mais abertos para conexões mais profundas! 36 meses para o impulso de 10 anos que vocês, a maioria, quer em 10 meses… Vocês suportam? Então, segurem bem o volante. Aí vamos nós a um super impulso até março / 2019.

Queridos, nós contamos 10 anos para novas grandes transformações! E vocês nos disseram “Oh, 10 anos? Diminuam isso, nós aguentamos!” Oh, é mesmo? – nós perguntamos! Vocês, às vezes, parecem desesperar-se com tão poucos movimentos! E vocês voltam a dizer: “É verdade, sabemos disso, mas vocês não veem, pelos menos a maioria de nós, soltando o volante facilmente, não é mesmo?” E nós sorrimos e confirmamos: SIM, É VERDADE. Então, meus queridos, vamos fazer uma mesclagem… Em 36 meses + 10 anos, o que são 10 meses = GRANDES MOVIMENTOS, AINDA MAIS INTENSOS, AINDA MAIS TRANSFORMADORES! (Em outras palavras: realizar em 36 meses o que seria para 10 anos. Ou menos ainda, como querem alguns, em 10 meses – de junho  de 2018 a março de 2019.) Oh, vou amar ver isso! É por isso que eu sempre digo quando me questionam por que eu acredito que vocês conseguirão. Simples! PORQUE VOCÊS SÃO VOCÊS! É a melhor das redundâncias!

Ei! Você aí que está cabisbaixo questionando-se se conseguirá… Olhe!… Veja!… Veja a revolução! Você tem trabalhado duro para isso há muito tempo!… Há muitas eras, aliás, por essa conexão e empoderamento transformacional, e você não vai soltar o volante agora que está quase tocando o horizonte, não é mesmo? Olhe para o banco de trás… Tem alguém muito especial sentado atrás e confiando que você vai conseguir. Essa pessoa do banco de trás está segura de que você manterá as mãos no volante, e que não ocorrerá nenhum acidente! Ainda que possam ter alguns poucos sustos, são apenas sustos. Você ainda está segurando o volante não é mesmo? (Sorriso). “Oh, Ashtar, mas se a pessoa do banco de trás quiser descer do carro por estar cansado da longa jornada e quiser ir a pé?” Oh, meu querido! Ninguém quer ir a pé tendo a sua companhia. Mostre-lhe que ela pode confiar em você. Mostre-lhe que você está com as mãos no volante! O único grande problema seria se você desacreditasse da sua própria capacidade de segurar o volante, e eu sei que nenhum de vocês soltará. Sabem por quê? A disciplina de vocês é inviolável!

Daremos um grande impulso a vocês até o final deste ano de 2018, e vocês entrarão 2019 com mais ALGO DIFERENTE. “Oh, o que Ashtar, o que seria mais diferente?” (Sorriso…) Bem, vocês verão! Só continuem segurando o volante, por mais rápido que possa estar, sacudindo e coçando, mantenham-se segurando o volante. Deixem que eu cuide da pista, mantendo-a livre de obstáculos desleais. Apenas mantenham o foco no horizonte e deixem o resto comigo. Lembrem-se só de uma coisa: não apenas o volante é sua responsabilidade, mas todo o carro e principalmente quem está no banco de trás ou a sua direita, toda a área externa é minha. Deixem comigo. Não se preocupem com as tempestades do lado de fora. Eu lhes dou minha palavra de que a pista continuará trafegável. Eu garanto. Só preciso que mantenham as mãos no volante.

Quando vocês garantem a si mesmos a segurança de estarem firmes no volante, outros se inspiram, emparelham com vocês e tornam-se confiantes de igual modo. E aí, meus queridos, quem poderá pará-los? O que poderá tirar-lhes a atenção do foco principal, o quê? Só uma coisa poderá tirar-lhes (rapidamente) a atenção: alguém lhes pedindo uma carona para aprender como segurar bem o volante. Novamente, não se preocupe em parar o carro, como disse, tudo externo é meu. Deixem que eu mesmo coloco o carona no carro. Só cuidem do volante, e prestem atenção no horizonte.

Meus queridos, eu os amo infinitamente e sou eternamente grato por poder contar com todos vocês nestes tempos, grato por, em todos os conselhos, poder levar o que vocês estão fazendo na Terra e apresentar como algo épico! Que orgulho! Não poderia estar mais confiante!

E assim é.

Bênçãos!

Seu irmão,

Ashtar.

Gabriel: Muito grato, amado Ashtar.

Fonte: sementesdasestrelas.com.br

Terapeuta Rosângela Maria Botelho (21) 9 9177-6017

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: